segunda-feira, 31 de março de 2014

Procura-se Gabrielle Moraes Silva

Desaparecido(a): GABRIELLE MORAES SILVA
 

IDADE: 14 ANOS
DESAPARECIDO: 04/12/2013
LOCAL: SÃO PAULO
PELE: BRANCA
CABELO: LOIRO
OLHOS: CASTANHO

SOBRE O ACONTECIDO


MFS Alert – Jovem encontra-se desaparecida na Capital de São Paulo , Mais um caso sem informações que possam vir contribuir na busca , se você tem qualquer informação com total veracidade por favor ajude-nos entrando em contato.

OBS: Informações retiradas do site Meu Filho Sumiu.  Meu Filho sumiu e um site de total seriedade em prol de pessoas desaparecidas e todas informações postadas são devidamente checadas .

Informações DHPP/SP

http://www2.policiacivil.sp.gov.br/x2016/desap/lista.php?tipo=C&pagina=14&ordem=

Queixa : 29865/2013

Acesse já o site http://www.meufilhosumiu.com/desaparecidos/lucia-aparecida-ricardo/ e confira também outros desaparecidos.

sexta-feira, 28 de março de 2014

Dica Cultural - SP - Homens no Divã


Na antessala da psicanalista, três homens, desesperados por suas mulheres, encontram-se e se tornam amigos. Este é o enredo da comédia. O público se diverte com as revelações e transformações inusitadas que vão acontecendo a partir daquele encontro inesperado.

Em cartaz no Teatro Santo Agostinho em São Paulo a partir do dia 04/04/2014.

Ingressos pelo site: http://novosite.ingresso.com/sao-paulo/home/espetaculo/teatro/homens-no-diva

terça-feira, 25 de março de 2014

Procura-se: Lúcia Aparecida Ricardo

Desaparecido(a): LÚCIA APARECIDA RICARDO

IDADE: 57 ANOS
DESAPARECIDO: 30/03/13
LOCAL: SÃO PAULO
PELE: BRANCA
CABELO: CASTANHO/ MECHAS RUIVAS
OLHOS: CASTANHO
   
SOBRE O ACONTECIDO

Alerta MFS – Essa Mulher de 57 mãe de família está desaparecida em Riberão Preto-SP , Lúcia sofre esquizofrenia além de ter diabetes onde necessita de medicamentos controlados o que deixa sua família muito preocupada sem saber em que situação ela se encontra, ela foi vista pela última vez no bairro Parque Ribeirão vestia uma bermuda azul marinho, camisa branca com detalhes azul ( a mesma da foto ) e chinelo . Se souber qualquer informação do paradeiro de Lúcia por favor colabore.

OBS: Informações retiradas do site Meu Filho Sumiu.  Meu Filho sumiu e um site de total seriedade em prol de pessoas desaparecidas e todas informações postadas são devidamente checadas .

Informações obtidas pelo site G1.
Queixa : 5916/2013 DHPP/SP

Acesse já o site http://www.meufilhosumiu.com/desaparecidos/lucia-aparecida-ricardo/ e confira também outros desaparecidos.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Dica Cultural - Rj - Exposição “O GOLPE – 50 anos depois”

Ocupando 2 mil metros quadrados do Armazém 6 do Cais do Porto, mostra que estreia dia 22 de março faz uma retrospectiva do período em que o Brasil viveu sob o jugo dos militares
Com direção artística de Luiz Fernando Lobo, a exposição O Golpe – 50 Anos Depois, que tem seu projeto cênico assinado por J.C. Serroni, um dos mais respeitados cenógrafos e arquitetos especializados em teatro do Brasil, será aberta dia 22 de março, de quartas a domingos, das 14 às 21h, no Armazém da Utopia, com entrada franca.


A nação brasileira despertou dividida na manhã de 1º de abril de 1964. Ouvidos atentos ao rádio que anunciava, em sucessivas edições extraordinárias: o governo do Presidente João Goulart fora deposto pelas Forças Armadas apoiadas por setores sociais conservadores que se opunham às Reformas de Base, defendidas pelo então Presidente da República legitimamente eleito. O GOLPE civil militar levou o país de volta ao rumo do autoritarismo, um processo de 21 anos de violência e repressão. O curador Luiz Fernando Lobo afirma que:

“Todos os países que sofreram períodos autoritários precisam enfrentar o passado. Memória, verdade e justiça são essenciais para o aprofundamento democrático e republicano do país.”

Para compreender o contexto histórico da época e pensar sobre seus desdobramentos, o Armazém da Utopia, dirigido pelo Instituto Ensaio Aberto, promove a exposição O GOLPE - 50 Anos Depois, em parceria com a Comissão da Anistia através do edital Marcas da Memória. A curadoria é de Luiz Fernando Lobo e Marcos Apóstolo, com cenografia de J.C. Serroni e coordenação de pesquisa de Beatriz Kushnir.

A exposição irá utilizar dois mil metros quadrados do Armazém da Utopia para estimular o público a revisitar os acontecimentos e ideais da época através de imagens históricas, instalações interativas e intervenções cênicas.

Além da mostra em si, a programação envolve também a realização de apresentações artísticas, shows, debates e leituras dramáticas de textos da época.

Destaque para as exibições do aclamado documentário O Dia Que Durou 21 Anos, de Camilo Tavares, que retrata a participação dos Estados Unidos na arquitetura do golpe de 1964, e do filme Eu Me Lembro, de Luiz Fernando Lobo, que aborda os acontecimentos que levaram ao golpe e os trabalhos da Comissão da Anistia.

Entre as apresentações artísticas, leituras dramáticas de Eles Não Usam Black-tie, de Gianfrancesco Guarnieri, e a remontagem do Show Opinião com participação de Renato Brás, Maurício Tizumba e Camilla Costa.

Na semana em que o golpe completa 50 anos, a exposição terá uma programação especial com debates e palestras, entre eles com o diretor Silvio Tendler, e audiências da Caravana da Anistia.

Mais informações pelos site:
www.armazemdautopia.com.br
www.ogolpe.com.br

SERVIÇO

O GOLPE - 50 Anos Depois
Data: De 22 de março a 13 de abril de 2014
Dias: De quarta a domingo
Horário: Das 14h às 21h
Local: Armazém da Utopia -  Tel: 2253-8726 /2516-4857
Endereço: Av. Rodrigues Alves,  Armazém 6 – Cais do Porto
Entrada Franca

FICHA TECNICA

Curadoria: Luiz Fernando Lobo e Marcos Apóstolo
Coordenação de pesquisa: Beatriz Kushnir
Projeto cênico: J.C. Serroni
Instalações audiovisuais: Nacho Duran
Desenho de luz: Cesar de Ramires
Desenho de som: Fabiano Fonseca

terça-feira, 18 de março de 2014

Dica Cultural - RJ - "Comédia em Preto & Branco"

'Comédia em Preto & Branco' chega ao Teatro dos Grandes Atores na Barra dia 21 de março
Peça com Marcelo Marrom e Rodrigo Capella é marcada por improviso


O Teatro dos Grandes Atores no Shopping Barra Square, Barra, apresenta a partir de 21 de março, a o espetáculo “Comédia em Preto & Branco”, com os humoristas Marcelo Marrom e Rodrigo Capella. A peça, que reúne música, esquetes e muito improviso, acontece até dia 23 de março.

O espetáculo tem supervisão de Fabio Nascimento, assistente de direção de diversas produções de Jô Soares. Em cartaz pelo país há um ano e meio, a montagem tem como cenário uma espécie de bar, onde os atores simulam uma conversa de boteco.

A autoria e a direção do show é dos próprios atores. Marrom e Capella já trabalharam juntos quando faziam parte da Cia de Humor Deznecessários.

Segundo ele, as esquetes da peça foram criadas a partir de improvisos feitos no próprio palco. O ator diz que nunca houve um ensaio para a realização do espetáculo. “A nossa escola é a do ‘vamos fazer pra ver como é que fica’.”

Segundo Capella, muitas das esquetes acabam sendo colocadas à prova no próprio show  “Se temos uma ideia e a achamos boa, levamos pro palco e testamos.”, diz. 


SERVIÇO
Local: Teatro dos Grandes Atores – Sala Azul
Dias: 21, 22 e 23 de Março de 2014
Endereço: Av. das Américas, 3555 - Shopping Barra Square  -  tel.: 3325 1645
Datas: Sextas e sábados às 21h   -  Domingos às 20h
Bilheteria (21) 3325 1645. Horário de funcionamento: Terça e quarta das 15h às 20h e quinta a domingo das 15h até o início da apresentação.
Preços: Sexta R$ 60,00 / Sábado e domingo R$ 70,00
Classificação: 14 anos
Capacidade: 396 lugares
Vendas: Ingresso.com 

FICHA TÉCNICA
Elenco: Marcelo Marrom e Rodrigo Capella
Cenário: Rodrigo Capella
Trilha: Marcelo Marrom e Rodrigo Capella
Luz e Som: André Cruz
Produção: Marcelo Serdeira
Direção de Produção: Alexandre Paiva
Produção Executiva: Fabiana Rebizzi
Realização Kiwi Mordido

segunda-feira, 17 de março de 2014

Site: Meu Filho Sumiu


Boa tarde galera!

Hoje venho aqui para divulgar algo muito importante: o site http://www.meufilhosumiu.com sobre pessoas desaparecidas. Ajude você também a encontrar pessoas desaparecidas. Um projeto muito importante em nosso País, e não é difícil participar não. Confira abaixo como participar deste belo projeto:

Vamos conhecer um pouco mais sobre o "Meu Filho Sumiu"

Vigilante Voluntária: Vencedora do Concurso Beleza Nordestina 2012 / Rede Globo.
Feira de São Cristovão

O QUE É MEUFILHOSUMIU.COM?

É uma ferramenta de alerta e divulgação em massa e tem como objetivo atuar em cooperação com as ONGs e Autoridades do país, na busca por Crianças desaparecidas.

 1 – ESTRUTURA DO MEUFILHOSUMIU.COM?


Nossa base funciona em escritório próprio para este fim e está capacitada estruturalmente para atender as exigências e demandas do projeto. nossas dependências são bem equipadas e segmentadas por setor de atuação, o que nos condiciona a otimização de resultados e melhora acentuada no rendimento de nossas equipes culminando em resultados claramente positivos.

2 – NOSSO SISTEMA FUNCIONA DE FORMA INTEGRADA, DINÂMICA E AUTOMÁTICA.

MEUFILHOSUMIU_REDE


Nosso sistema funciona de forma integrada, dinâmica e automática. é extremamente fácil e simples de entender e participar.
ao cadastrar uma criança desaparecida no meu filho sumiu.com em poucos segundos a informação se dissemina através das redes sociais e dos perfis de nossos vigilantes voluntários em todo o brasil, além de e-mails, aplicativos de Facebook,  Iphone, Android e Outros, aumentando vertiginosamente as chances de sucesso.

Vigilante Voluntário: Jogador da Seleção Brasileira de Beach Soccer
DOAÇÃO DE PERFIS DO TWITTER E FACEBOOK

Nossos voluntários “doam” seus perfis para receber alertas com dados de crianças desaparecidas

Instalando nossos aplicativos do Facebook e Twitter, você se torna um Vigilante Voluntário e potencializa nosso raio de atuação e as  chances de encontrar Crianças Desaparecidas, o sucesso de nossa ferramenta depende diretamente da sua colaboração. Faça parte desta corrente e ajude a reconstruir famílias.

APP DO FACE
http://www.meufilhosumiu.com/adicionar-app-do-facebook

APP DO TWITTER
http://www.meufilhosumiu.com/adicionar-app-do-twitter


ESTATÍSTICAS DE TRÁFEGO
Levando em consideração que cada usuário do facebook e twitter tenham em média 1.000 (mil) amigos, a cada 100 (cem) novos perfis atingimos uma média de 100.000 (cem mil) pessoas.

Vigilante Voluntário: Eric Granado – Piloto Brasileiro de MotoGP

3 - COMO PARTICIPAR DO MEUFILHOSUMIU.COM?

PARTICIPAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS

Nossos amigos podem participar doando seus perfis do twitter e facebook “INSTALAÇÃO DOS NOSSO APPS ”.

APP DO IPHONE: https://itunes.apple.com/br/app/meu-filho-sumiu/id641653470?mt=8

APP DO FACEBOOK: https://www.facebook.com/appcenter/meufilhosumiu

APP DO TWITTER: http://www.meufilhosumiu.com/adicionar-app-do-twitter

FANPAGE: https://www.facebook.com/MeuFilhoSumiu

TWITTER: www.twitter.com/meufilhosumiu

GOOGLE +: https://plus.google.com/u/0/b/108878811271149470331/108878811271149470331/about

PARTICIPAÇÃO DE EMPRESAS

Quando empresas participam de nosso intento passam automaticamente a condição de ERSI – Empresa de Responsabilidade Social Infantil para fins de reconhecimento interno do meufilhosumiu.com

TAIS PARTICIPAÇÕES SÃO DIVIDIDAS EM:


    PROGRAMA SELO “ESTA EMPRESA APOIA O PROJETO”,
    PROGRAMA SELO “ESTE PRODUTO APOIA O PROJETO”

CLIQUE AQUI E VEJA COMO FUNCIONA A PARTICIPAÇÃO DE EMPRESAS

 FAÇA PARTE DESTA CORRENTE DO BEM!

sexta-feira, 14 de março de 2014

Dica Cultural - RJ - “SOM NA GÁVEA” - “ SoloS de Carlos Malta”



“SOM NA GÁVEA” novo projeto musical do Sesc Casa da Gávea, Idealizado pela cantora e produtora Teca Figueiredo, apresenta: “ SoloS de Carlos Malta”

(saxofones, clarinetes, pífanos, flautas, percussão e voz)
show acontece em 18 de março, 21hs.
 FOTO: Aluizio Jordão



O evento Som na Gávea, que acontecerá quinzenalmente às terças-feiras, estreia dia 18 de março, 21hs, com o show SoloS  de Carlos Malta. Na sequência, grandes cantores como Alamo Leal e Flávio Guimarães (Blues Etílicos) farão o show de lançamento do seu novo CD, em Abril será o show do Fernando Vidal Trio.

Som na Gávea é um projeto que visa promover shows quinzenais com músicos de renome na Casa da Gávea.  Teca Figueiredo, cantora e produtora, criou o evento com a intenção de levar ao público shows com música de alta qualidade em um espaço muito charmoso, que é a Casa da Gávea, e tendo os ingressos num valor bem acessível.

Em mais um espetáculo de ousadia e virtuosidade, o músico Carlos Malta apresenta Solos na companhia de seus variados instrumentos acústicos - saxofones, flautas, pífanos, clarinetes - ligados a recursos eletrônicos, como pedais de looping e harmonizer, acionados pelo próprio artista, ao longo do show.

“É uma forma de eu tocar comigo mesmo e compor de maneira espontânea, criando diferentes tecidos, superfícies – solos – com texturas únicas e atmosferas de timbres diversos”, explica o solista.

O roteiro traz composições originais de Malta inspirados no livro "Arranjos para assobio", de poemas de Manoel de Barros, servindo como fio condutor para arranjos totalmente imprevistos, definidos pelo músico como uma “rede tramada entre som e silêncio, num movimento perene”.

Além do sopro, Malta usa sua voz e, com ambos, produz efeitos percussivos, enriquecendo com contrapontos o seu tecido musical. Reproduz o canto dos pássaros e orquestra instrumentos étnicos como a Uruá (flauta sagrada do Kuarup), além das orientais di-zi (China), shakuhachi (Japão) e bansuri (Índia). Em Solos, a plateia também terá a oportunidade de interagir, sendo convidada a vivenciar um momento único de criação musical espontânea. 


SERVIÇO
NA  SOM GÁVEA
Local:  Sesc Casa da Gávea
Endereço: Praça Santos Dummont, 116  -  Gávea  - Tel. (021) 2239-3511
Data: 18 de março – Terça-feira - Quinzenalmente
Horário: 21hs
Valor: R$ 20,00

quarta-feira, 12 de março de 2014

Entrevista: com Alexandre Tigano

Entrevista com o Ator Alexandre Tigano

Ator Alexandre Tigano - A Vida em JogoAtor Alexandre Tigano - A Vida em Jogo

Hoje posto uma super entrevista que tive o prazer de fazer com o ator Alexandre Tigano, um grande ator que já participou de filmes como “Crô – O Filme”, “Colegas” e peças como “Disney Killer”, “Um Cruel” entre várias outras.

Espero que gostem de conhecer também um pouco mais sobre a vida pessoal do Alexandre Tigano, um cara simpático, talentoso e muito atencioso. 

Blog - Vamos primeiramente, como de costume nas minhas entrevistas, relembrar o início de tudo. Como surgiu essa vontade de atuar? A sua família te apoiou no momento em que você decidiu seguir esta profissão?
Alexandre Tigano - Fui assistir à peça “Visitando Sr. Green“, com o Paulo Autran. Nunca havia visto Paulo Autran no palco, e percebi que demorei muito, nem sei porquê, e me arrependi de tudo o que não havia visto dele. Achei maravilhoso, ele interpretava com a alma, e muita paixão. Ele dominava o palco, e é bonito ver alguém que sabe que aquele é o seu lugar. Ele achou o dele! Mas logo em seguida, ao sair da sala do teatro, chegamos juntos à escada rolante, e ficamos cara-a-cara, só nós dois. Aí não teve jeito, me apresentei e conversamos por um tempo. Fiquei surpreso de ele ter me dado tanta atenção, e entre os conselhos, teve um muito engraçado, que eu não esperava ouvir: “Seja ‘entrão’ , cara de pau mesmo… bem, pelo visto, você leva jeito!” Com essa, ele me convenceu! (risos) Mas, brincadeiras à parte, depois de vê-lo no palco e de tudo o que ele me falou, descobri que queria ter aquele lugar pra mim também. Queria ser ator. E, em relação à segunda pergunta,sim meus pais sempre me incentivaram. No início me apoiaram por ser algo que eu gostava de fazer, mesmo no início, quando o “ser ator” ainda não significava uma profissão, um ganha-pão. Mas quando decidi mesmo, eles acreditaram no meu potencial, me apoiaram e até hoje assistem a todos os meus trabalhos, e, principalmente minha mãe, faz a função dela, que é a de elogiar sempre (risos).
*Publicidade Nissan

Blog - Em cinema, você participou recentemente de  filmes nacionais de grande repercursão, como por exemplo, “Crô – O Filme”, do Diretor Bruno Barreto, e “Colegas”. Como é para você atuar  no cinema? É mais difícil do que em peças teatrais e novelas?

Alexandre Tigano - Verdade... esses filmes tiveram muito destaque em 2013. “Colegas” levou diversos prêmios, incluindo o Kikito de Ouro em Gramado; “Crô – o Filme” tinha só feras: escrito por Aguinaldo Silva, dirigido por Bruno Barreto arrastou uma multidão para o cinema, com um elenco excelente e equipe técnica ultra profissional.
Além destes, fiz outros longas-metragens e muitos, muitos curtas-metragens, que me deram oportunidade de “treinar” para os longas-metragens. Entre os que já gravei, há ainda um que vai ser lançado em breve, chama-se “Tríade”, do diretor Amilcar Claro.
A pergunta sobre a diferença entre os veículos é típica, recorrente... (risos). Acho que é por que ela é complexa, e não há uma resposta única. É difícil para o ator comparar o quanto ele gosta, o quanto pode ser difícil cada um. É claro que o ator tem que usar diferentes recursos, mas os fundamentos para uma boa atuação são os mesmos, o ator tem que estar presente naquele momento e ter o entendimento intelectual, sensorial e emocional. O resultado final pode depender em maior ou menor grau do veículo. No teatro, é você (o ator) e a plateia, o resultado depende muito do ator, do que ele é capaz de fazer naquele momento vivo. Na tv e no cinema, a sua atuação praticamente pode ser construída na sala de edição...(risos) É claro que depende de muito mais fatores, mas basicamente muda muito o controle que o ator tem sobre o resultado final. Quando penso em grau de dificuldade para o ator, associo mais à complexidade do personagem e da história, e menos no veículo. De qualquer forma, é bom problematizar as coisas, fugir da zona de conforto: ator preguiçoso, “tarefeiro” é muito chato!!! Gosto de surpreender, prefiro pecar pelo excesso. Sou adepto do “Axé Action”, como diz o Wagner Moura (risos).

Ator Alexandre Tigano - A Vida em Jogo
* Gravação do Filme "Crô"

Blog - Nos palcos você também já participou de diversas peças Teatrais, como por exemplo “Disney Killer”, “Um Cruel” e “Outsiders - Os Excluídos de Williams”. Acompanhei a apresentação de Disney Killer e achei a peça muito marcante, com um enredo que prende a atenção, o texto envolvente. Como foi fazer o personagem Pitchfork Cavalier? Um personagem que, admito, dava medo de ver em cena. ( risos ). Dentre todas as peças que você já fez qual foi a mais marcante na sua carreira?

Alexandre Tigano -  É difícil escolher a mais marcante, cada uma deixou uma marca diferente, que me fez crescer.
“Outsiders – Os Excluídos de Williams“, da obra de Tennessee Williams, foi meu projeto mais pessoal. Neste projeto, além de atuar, também produzi, opção que pode ser um pouco estressante, mas que também pode dar ao ator a oportunidade de experimentar e de escolher seus papeis e projetos. Quem dirigiu foi a Simone Sallas, minha esposa, então vivemos intensamente este projeto, não tinha esse negócio de não levar trabalho para casa (risos). No meio disso tudo tivemos nossa primeira filha, e quando ela fez um ano e meio estreamos.  Nós escolhemos o tema, as histórias que queríamos contar, eram peças curtas, partimos do original em inglês, traduzimos e chegamos a um resultado que nos orgulhará para sempre, pois cada detalhe do projeto foi nossa escolha (e da equipe e elenco que trabalharam conosco). Para o ator, que vive constantemente a expectativa de ser escolhido, a possibilidade da escolha é eletrizante e recompensadora.

Alexandre Tigano - “Outsiders – Os Excluídos de Williams“ - Ator Alexandre Tigano - A Vida em Jogo
Cena de “Outsiders – Os Excluídos de Williams“

“Disney Killer”foi um espetáculo intenso, com texto de Philip Ridley e direção de Darson Ribeiro. Com certeza, tive o melhor nome de qualquer personagem que fiz ou que farei: Pitchfork Cavalier! (risos). Além disso, era um excelente personagem, complexo, para o qual tive que fazer um trabalho corporal forte e intenso; meu desafio era humanizar uma fera, que era explorada por seu parceiro e obrigado a "performar" em seu “Horror show”.
Disney killer me deu muitas alegrias e me rendeu boas críticas, além disso foi a peça que fiz que teve maior visibilidade nacional,viajamos  bastante, apresentamos aqui em São Paulo no Sesc Pompéia , fizemos uma temporada no Teatro Sérgio Porto no Rio de Janeiro ,estivemos no FILO(Festival Internacional de Londrina), fizemos algumas apresentações em Curitiba e voltamos para São Paulo onde ficamos por mais uma temporada no Centro Cultural São Paulo.

  *Crítica sobre “Disney Killer” - Clique para ampliar

A peça Um Cruel de Raphael Ramos foi uma breve e excêntrica experiência que tivemos no Festival das Satyrianas (tradicional festival de cultura da cidade de São Paulo organizado pelo Grupo Satyros) , com o mesmo elenco e direção  de “Disney Killer”: Darson Ribeiro, Juliana Calderon, Dan Nakagawa e o ator Convidado Duda Mamberti.
Meu personagem era Fábio, um michê de luxo,que sofria crueldade psicológica do pai de sua namorada, papel de Duda Mamberti, excelente e generoso ator.

Alexandre Tigano com Duda Mamberti
 *Alexandre Tigano com Duda Mamberti

Um Cruel - Ator Alexandre Tigano - A Vida em Jogo
*Peça “Um Cruel"
Um Cruel - Ator Alexandre Tigano - A Vida em Jogo
*Alexandre Tigano com Raphael Ramos, Darson Ribeiro,
Dan Nakagawa, Duda Mamberti, Juliana Calderón e Luccas Papp

Blog - Em televisão você já teve experiências em novelas, séries e em publicidade. Como é participar do mundo “televisivo” onde muitas pessoas sonham em estar e trabalhar?  É realmente difícil, como todos falam, entrar neste "mundo" da televisão?

Alexandre Tigano - Gostei de você ter usado a palavra mundo, por que é e não é isso. Não é o que as pessoas pensam, que um dia irão para este mundo da felicidade, das celebridades e lá serão felizes para sempre, em que tudo é glamour e que tudo vem fácil. O que eu vi foi que, mesmo atores experientes tem que correr atrás para se manterem ágeis e prontos para os desafios que se apresentam incessantemente. Já vi o Miguel Falabela dizendo várias vezes que há o ator e o “artista de televisão”. Talvez alguns destes últimos, nunca almejem se tornarem atores, e não precisem nem fingir que gostam de ler, mas acredito que o mercado pode ter lugar para todo tipo de profissional, mas que as melhores histórias precisam de atores de verdade.
O que também tem acontecido é que como a TV é uma indústria, a produtividade exige agilidade e precisão. Dentro disto, a escolha dos atores fica cada vez mais calcada em rótulos, e fico feliz quando vejo atores que superam os rótulos que lhes foram impostos, pois eu tenho quase 2 metros de altura, então quando pensam: “Quem vai ser o cara que vai ameaçar o Murílo Benício na cena da morte da personagem da Juliana Paes (em “a Favorita”)? Pois é, daí, lá vou eu, fazendo os valentes, os fortões, os deuses gigantes (risos)... Mas não subestimo nenhum personagem, em todos vejo oportunidades de mostrar o ator que sou, e, é claro, de melhorar meu network, mostrando profissionalismo e disponibilidade para realizar papeis cada vez mais desafiadores.

José do Egito - Rede Record- Ator Alexandre Tigano - A Vida em Jogo
*Bastidores da Minissérie José do Egito da Rede Record

Blog - Mudando de assunto, você é casado com a atriz Simone Sallas e também já é pai de duas garotas. Como as suas filhas, apesar de pequenas, enxergam essa sua profissão? Muitas vezes, a profissão de ator, faz com que o ator tenha que se afastar um tempinho da família, como você concilia as agendas?

Alexandre Tigano - Tenho uma filha de 7 anos e uma de 3 anos com a Simone. As meninas se divertem vendo meus trabalhos, mas não as deixo ver tudo, alguns são um pouco violentos. Para elas foi o máximo quando participei de “Carrossel” (risos) no SBT. Desde pequenas elas já iam aos ensaios, às vezes ensaiamos em casa, passamos o texto um com o outro, elas veem isso como algo normal, devem achar que em toda casa é assim (risos). Como minha mulher é atriz e então nossos dilemas e necessidades são parecidos, durante os trabalhos dela eu cuido das meninas e vice-versa. Eu sou prendado, sou o “chef de cuisine” lá de casa, gosto de cozinhar (às vezes preciso ficar com o texto ali do lado...). Mas quando se trata de cuidar das meninas, por mais que eu me esforce, sempre ela vai ver um defeito, essa especialidade é dela...já aprendi que toda mãe é assim, “perfeitinha” (risos).
Mesmo quando estamos longe, como agora, por exemplo, conversamos muito, não falta assunto nunca: só sobre as crianças e sobre cinema podemos falar horas. Recentemente ela me presenteou com um pen drive com uma seleção de uns dez filmes recentes, que eu não estava tendo tempo de ver. Antigamente as pessoas gravavam aquelas fitas com músicas e presenteavam... essa é a nossa versão da boa e velha “mixed tape” (risos)

Carrossel - SBT- Ator Alexandre Tigano - A Vida em Jogo
* Alexandre Tigano na novela “Carrossel”

Blog -  Encerrando a nossa entrevista, gostaria de saber se você está envolvido em algum projeto futuro que pode adiantar para nós? Alguma novidade que vem por aí e que você pode nos contar em primeira mão?

Ator Alexandre Tigano - A Vida em JogoAlexandre Tigano - Uma peça que está prevista  para o segundo semestre deste ano com direção de Darson Ribeiro, mas não posso falar muito ainda, pois a peça esta num processo de maturação e captação de recursos. No entanto posso adiantar que é um drama com a mesma pegada de Disney killer,e é  uma peça forte de um grande autor irlandês.
Estou bastante animado, ainda tenho muito a realizar nesta vida.


 Blog - Deixe por gentileza, uma mensagem para os leitores do blog:

Alexandre Tigano - Não tenho uma frase pronta, mas gosto de algo que vi um dia e nunca mais me esqueci: o que te faz feliz nunca vai estar na sua zona de conforto. Sempre me lembro disso, pois se surge algum contratempo, algum desconforto, sei que é porque estou correndo atrás, e assim, consigo curtir até as batalhas do dia-a-dia. E quando eu erro, não fico remoendo, mas também não quero esquecer, pois eu uso isso para aprender o que eu não devo fazer. Esse negócio de “eu só vou ser feliz quando eu tiver tal coisa, quando eu for tal coisa” não funciona comigo, isso para mim é adiar a felicidade. Se eu não gostasse do meu dia-a-dia de ator, escolheria outra profissão. Não vou ser feliz só quando ganhar o Oscar (risos).


Ator Alexandre Tigano - A Vida em Jogo
Jogo Rápido com Alexandre Tigano

Uma comida: Salmão Grelhado
Uma bebida: vinho tinto
Uma música: “ElephantGun”
Uma banda: Beirut
Um ator/uma atriz: Daniel Day-lewis
Um espetáculo: Otelo
Um ídolo: Marlon Brando
Um sonho: Viver da arte de ser ator
Um animal: Leão
Uma qualidade: Tenacidade
Um defeito: Ansiedade extrema
Você é alguém que: É bem-humorado
O amor é: Querer o maior bem do mundo
Ser ator é algo: Transcendental
Minha família é: O meu amor, essencial  para minha existência

Para finalizar agradeço ao Alexandre Tigano pela disponibilidade da entrevista, e por toda receptividade e atenção dada. Desejo muito sucesso para você e sua família, você merece todo o sucesso que tem conquistado.

Confira agora vídeos selecionados referentes a alguns dos vários trabalhos realizados pelo ator Alexandre Tigano:








A vocês leitores, em breve volto com mais uma entrevista.
E até lá, acompanhe as nossas dicas culturais e ajude na seção "Procura-se", sobre pessoas desaparecidas.Obrigado, até mais.

terça-feira, 11 de março de 2014

Dica Cultural RJ - “MORDE!” Monólogo cômico de Simone Kalil

A Vida em Jogo - Simone Kalil
 Comédia adaptada do livro MORDE! retrata situações cômicas dentro e fora do teatro

Simone Kalil  estreia peça e lançamento do livro MORDE! dia 14 de março!
O Espaço Rogério Cardoso na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema, apresenta a partir de 14 de março, o espetáculo MORDE! de Simone Kalil.

Com 15 anos de carreira a atriz escreveu o livro MORDE! relatando situações cômicas vividas dentro e fora dos palcos que será lançado simultaneamente com a peça. São divertidas histórias verídicas, gafes de viagem, micos que aconteceram em cenas e fora delas, situações cômicas que ocorreram com a atriz ou com amigos seus.

Confira o Teaser do espetáculo "MORDE"

A montagem tem a direção de Alexandre Régis (mesmo diretor do sucesso Nós na Fita) e fica em cartaz de sexta a sábado, 21h e aos domingos, 20h, com temporada até 6 de abril. Caká Oliveira assina figurino e o cenário que permite à plateia sentir-se diante do camarim, como se se o público fosse convidado a entrar nos bastidores da cena. Inspirado na obra do pernambucano Romero Brito, a multiplicidade das cores e formas resumem a personalidade da atriz e a diversidade das histórias contadas por Simone Kalil.

“Estou me divertindo muito com isso tudo. Cada passagem que escrevo me faz reviver os micos. Dou risada sozinha relembrando situações inusitadas como a vez em que vesti todas as roupas da mala para não pagar excesso de bagagem e o dia em que perguntei a uma conhecida se era menino ou menina e ela me respondeu seriíssima: É tireoide! Eu não tinha onde enfiar a cara. Saí de fininho e ri muito depois.” Diverte-se  a atriz.


A Vida em Jogo - Simone Kalil
Breve currículo
Simone Kalil é atriz formada pela CAL (Casa das Artes de Laranjeiras) e em Direção Teatral pela UNIRIO (Universidade Federal do estado do Rio de Janeiro). Atualmente finaliza mestrado em Sociologia no IUPERJ (Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro). É professora de Teoria do Teatro (História das Artes Cênicas, Literatura dramática e História do Teatro Brasileiro) na Martins Penna, primeira escola técnica de teatro ainda em atividade na América Latina.

Há mais de dez anos, Simone Kalil se dedica à realização de eventos artísticos em ambientes corporativos. Ela produz esquetes teatrais em SIPATS, atrações musicais para festas, palestras e treinamentos. A palestra "Como Ter Alegria no Trabalho" tem sido um sucesso por onde passa.

Com humor e versatilidade para se endereçar aos mais diversos públicos, Simone Kalil ensina pequenos truques diários para uma vida mais feliz e emocionalmente saudável, além de dar dicas sobre como driblar a timidez. Para mais informações, basta acessar o site da atriz: www.simonekalil.com.br.


A Vida em Jogo - Simone KalilFICHA TÉCNICA:
Texto e atuação: Simone Kalil
Direção: Alexandre Régis
Direção de Movimento: Jefferson Almeida
Iluminação: Fábio Erre
Cenário e figurinos: Caká Oliveira
Arte gráfica e fotos: Santiago César Santiago
Direção de produção: Tamires Nascimento
Preparação vocal: Jane Celeste
Assessoria de comunicação: Minas de Ideias

MAIORES INFORMAÇÕES - MORDE!:
Local: Casa de Cultura Laura Alvim -  Espaço Rogério Cardoso
Endereço: Av. Vieira Souto, 176 - Ipanema  - 21 3005-4104
Estreia: 14 de março
Temporada: De 14 de março a 6 de abril de 2014.
Valor: R$ 40,00 – Inteira – R$ 20,00 - Meia
Horário: Sextas e sábados às 21h e domingos às 20h
Duração: 60 min.
Classificação: 10 anos
Gênero: Comédia

segunda-feira, 10 de março de 2014

Informativo: Em breve nova entrevista e Dicas Culturais!

Devido ao Feriado do Carnaval e problema pessoal não consegui atualizar o blog nesta última semana que passou. Em breve postarei mais uma super entrevista para vocês, além de Dicas Culturais para SP e RJ.

Continuem acompanhando o Blog.
Obrigado, tenham uma ótima semana!